Saiba como o WMS pode Melhorar a Expedição na Indústria Farmacêutica

Se você já recebeu alguma vez um pedido incorreto, atrasado ou danificado, além de ficar chateado, é possível que tenha se dado conta do quão importante é para uma empresa poder contar com processos seguros e robustos no que diz respeito à distribuição de seus produtos.

Na indústria farmacêutica, parte deste processo está dentro de casa, ou melhor, dentro do warehouse, com a expedição de produto acabado, que é o processo onde os pedidos são separados, conferidos e embarcados, assegurando que os produtos, quantidades e lotes corretos sejam entregues pontualmente aos clientes.

 A seguir você confere importantes questões sobre a expedição e funções que o WMS pode fornecer para agregar valor a este processo, aumentando a segurança e produtividade, enquanto cumpre com as normas regulatórias.

Processos de separação

Uma lista com centenas de pedidos de um lado, um armazém com milhares de posições do outro e, entre eles, os operadores prontos para separar. Por onde começar? 

Antes mesmo da separação é importante armazenar os produtos de acordo com sua curva de movimentação, deixando os produtos de alto giro em posições de fácil acesso e próximos à saída do armazém. Com o WMS você pode definir regras de armazenamento que seguem a curva de movimentação dos produtos, o WMS indica automaticamente o melhor local para armazenagem ao realizar a entrada de produto acabado.

Além disso, com o WMS, diversas estratégias podem ser empregadas para a separação dependendo da força de trabalho, layout físico do armazém, automação instalada, tempo disponível e outros fatores que influenciam na organização do trabalho.

Uma estratégia possível é a separação em 2 etapas, que inicia com a consolidação dos pedidos e a retirada do estoque (derrubada) para uma área de separação, onde posteriormente é feita a separação por pedido. 

Outra estratégia possível seria trabalhar com uma área dedicada à separação, onde os produtos são armazenados em locais fixos em conjunto com um processo de reabastecimento desta área seguindo o FEFO. 

O WMS utiliza código de barras e radiofrequência para realizar a confirmação de cada movimentação, mantendo dados atualizados de estoque e operações, fornecendo indicadores de desempenho em tempo real para rápida tomada de decisão no armazém.

Fracionado

A separação da fração merece atenção especial, pois concentra grande parte dos erros da expedição, além de ser o gargalo do processo de separação de muitas áreas de logística na indústria farmacêutica.

O produto acabado, em geral, é armazenado em caixas com capacidade definida em unidades de venda. Quando a quantidade solicitada por determinado cliente não é um múltiplo das unidades por caixa, é necessário fracionar uma caixa completa para separar a quantidade solicitada.

Se você trabalha na expedição, seguramente já ouviu a promessa de que o fracionado acabará e sua vida se tornará mais fácil em um mundo onde todos os clientes pedirão quantidades múltiplas da sua caixa de 183 unidades.

Muito bem, mas enquanto isso não acontece você pode utilizar o WMS para separar as 20 unidades solicitadas pelo cliente em seu último pedido. O WMS orienta todo o processo de separação com segurança e identifica as caixas de fração do pedido com as informações do cliente, produtos, lotes e código de barras.

O WMS é flexível para trabalhar com uma área de fracionado organizada por células ou mesmo sem área dedicada ao fracionamento. Ao final do processo, diferentes formas de verificação (peso, conferência, etc.) podem ser realizadas para agregar maior segurança à separação.

Antes do embarque, toda a carga é verificada com os coletores de dados e o embarque é registrado, assegurando a correta e completa expedição dos produtos.

Fechamento de mês

No fechamento, uma grande quantidade de pedidos é lançada nos últimos dias do mês e o faturamento é realizado antes da separação dos pedidos. Ao realizar este procedimento os lotes de produto acabado são alocados para os pedidos, o que tira flexibilidade do processo de expedição, que durante a separação deve seguir os lotes pré-determinados no faturamento.

Esta situação acontece na sua empresa? Antes que você responda, eu aposto que não. Por isso, trataremos de como o WMS pode ajudar a empresa de um amigo seu, onde este cenário acontece todos os meses.

O WMS trabalha totalmente integrado ao ERP e tem flexibilidade para separar e verificar os pedidos faturados, que possuem lotes pré-determinados, ou os pedidos onde a separação antecede o faturamento.

Tudo isso de forma automática e transparente para o usuário, sem necessidade de configurações específicas ou processos administrativos adicionais.

No caso de pedidos com lotes pré-determinados, o WMS segue o lote da nota fiscal, garantindo a separação e verificação correta dos lotes faturados com antecedência. É importante notar que neste cenário pode não ser possível otimizar a separação.

Rastreabilidade de Medicamentos

Por último, a lei de rastreabilidade de medicamentos estabelece que todo medicamento comercializado no Brasil seja rastreado na cadeia de produtos farmacêuticos, através do Sistema Nacional de Controle de Medicamentos (SNCM), desde a indústria até o ponto de dispensação.

O WMS captura a maior parte das informações necessárias para reportar os eventos da rastreabilidade, sendo necessário integrá-lo ao sistema de rastreabilidade para evitar ineficiência na operação.

Durante o processo de separação e conferência, todos os IUMs e SSCCs do pedido são capturados e armazenados, sendo possível recuperá-los posteriormente para envio à base de rastreabilidade, sem necessidade de leituras adicionais.

O WMS ajuda a cumprir com a norma regulatória ao mesmo tempo em que proporciona segurança e produtividade para as operações.