6 dicas para acelerar a produção industrial e evitar desperdícios

Responda rápido: mais vale investir em máquinas para aumentar a produção industrial ou apostar na gestão para melhorar a capacidade de utilização dos equipamentos que você já tem?

É claro que, quando se fala em evitar desperdícios, aumentar o faturamento e acelerar a produção, a melhor forma de fazer isso é desenvolvendo uma gestão integrada e automatizada para aproveitar tudo o que sua empresa já tem.

Por isso, reunimos, neste post, 6 dicas práticas para que o seu negócio conquiste processos mais ágeis e assertivos com redução dos seus custos operacionais. Confira!

O que deixa minha produção industrial lenta e mais cara?

A gestão industrial deve passar por um amplo planejamento estratégico para alcançar bons resultados. A ideia é integrar os processos produtivos e os demais departamentos operacionais com segurança e lucratividade. Mas isso é realmente possível?

Não só é possível, como tem muitas companhias acertando na fórmula. Em comum, elas seguem à risca os conceitos das boas práticas que veremos adiante. Por ora, saiba o que evitar se o seu objetivo for acelerar a produção industrial e eliminar desperdícios.

Não mapear

Muitas vezes, estamos tão habituados aos processos que nem pensamos a respeito deles. E isso pode ser um dos erros que está encarecendo a sua produção. Você realmente conta com os procedimentos, ferramentas e metodologias corretos? O que poderia ser feito para melhorar o chão de fábrica? Não mapear toda a sua linha produtiva é um erro comum que pode custar muito dinheiro.

Não ouvir

Nem sempre seus colaboradores estão somente interessados em ganhar uma promoção ou chamar atenção. Às vezes, o que eles querem é simplesmente fazer acontecer! Por isso, ouça mais, converse sempre que possível e analise as propostas que os seus funcionários trazem até você. Incentive a colaboração para acabar com alguns gargalos!

Não calcular

É crucial calcular a sua demanda. Sem isso, você trabalhará no escuro, perdido e sem rumo. Saber a premissa básica da oferta e procura direcionará sua estratégia de produção e evitará erros que podem deixar seu estoque muito cheio, ou as prateleiras dos seus clientes vazias!

Não se aprofundar

Erros sempre custam caro! E quando acontecem, o que você faz? Simplesmente procura saber quem fez, o que fez e como contornar? Se suas ações são somente essas, estão incorretas! Sua equipe tem que estar pronta para se aprofundar nas falhas e entender por que aconteceram. Falta de investigação pode atrapalhar muito sua produção industrial.

Não prevenir

Tire o foco da manutenção corretiva das máquinas. O ideal é prevenir e não corrigir. Uma gestão industrial eficiente vai à frente e consegue evitar problemas causados pelo mau uso ou pelo desgaste das ferramentas antes mesmo de o problema causar danos reais ao equipamento e à linha de produção.

Não treinar

Colaboradores com antigos hábitos de produção, sem capacitação e desatualizados, são uma deficiência que precisa ser corrigida. O treinamento é um dos motivadores para a retenção de talentos e também é uma forma inteligente de melhorar a produtividade da sua companhia sem gastar muito.

Não comunicar

Tenha uma política clara de produção e faça com que todos saibam quais são as metas e os objetivos dela. Dessa forma, é mais fácil cobrar e receber resultados positivos. A informação é um elemento de grande valor dentro de uma empresa e ela precisa colaborar para o aumento da produtividade e não causar confusão e dúvidas.

Como ter uma produção industrial rápida e com aproveitamento?

As boas práticas de uma produção industrial eficiente e realmente produtiva passam por vários processos. Alguns deles são fundamentais para você evitar os desperdícios e otimizar sua gestão. Veja 6 dicas.

1. Invista na automação

Seus processos ainda não dialogam automaticamente um com os outros? Seu estoque só depende de contagem manual e seus fornecedores não leem os e-mails? Está na hora de investir na automação das suas operações. É inconcebível ignorar as transformações pelas quais a indústria está passando, principalmente com os fenômenos da digitalização, inteligência artificial e Internet das Coisas.

2. Pare menos

Depois do capital humano, suas máquinas devem ser os bens mais preciosos que a sua companhia possui. Portanto, ter uma máquina parada é um desperdício enorme de tempo e dinheiro. Logo, reduza, ao máximo, a paralisação das máquinas nos intervalos entre um processo e outro.

3. Abra-se à inovação

Estamos na era da Indústria 4.0, ou na chamada 4ª Revolução Industrial. Em suma, os processos produtivos precisam ser orientados por gestões que levam a sério a manufatura única, inteligente e orientada à maximização dos resultados. Abra a sua empresa à inovação e veja seus números darem um salto em positividade.

4. Adote o Lean Manufacturing

A manufatura enxuta ou Lean Manufacturing é um caminho para cortar sete tipos de desperdícios: superprodução, tempo de espera, excesso de processamento, transporte, inventário, movimento e defeitos. Esse conceito, quando bem empregado, é capaz de aumentar os seus lucros gradualmente e exponencialmente.

5. Avalie constantemente

Essa é a premissa básica para continuar acertando na gestão. Sem avaliação criteriosa, é impossível prever falhas e corrigi-las antes que elas prejudiquem sua produção. Programe periodicamente análises sobre os processos e aplique-as de forma qualitativa e quantitativa.

6. Conte com especialistas

Existem empresas no mercado especialistas no uso inteligente de tecnologia aplicada à Internet das Coisas, ao Big Data, à cloud analytics, aos modelos preditivos e à gestão 100% digital de processos industriais. Certamente, sua companhia ganhará muito ao contratar serviços como esses para acabar com as perdas significativas e deixar a produtividade a todo vapor.

A produção industrial é um tema complexo e fascinante. É fundamental entender como ela funciona e sempre buscar informações. Por isso, assine a nossa newsletter e descubra como transformar o seu negócio. Vamos lá!